Dependência Química, Clínica de Reabilitação e Recuperação na Cidade de Jundiaí

Jundiaí é um município localizado no estado de São Paulo, com apenas 57 quilômetros de distância da capital. A cidade conta com cerca de 414 810 habitantes.

Por ser localizado no Estado de São Paulo, um dos estados com uma estatística bem grande, quando o assunto é o abuso de drogas e álcool, ter uma clínica de reabilitação em Jundiaí de confiança é essencial.

A dependência química é considerada um transtorno de ordem psiquiátrica, e deve ser tratada como doenças, por isso o tratamento para dependentes químicos em Jundiaí é tão importante para familiares e para a pessoa que sofre do vício.

Devemos ressaltar que a clínica de recuperação em Jundiaí deveria ser a última opção de tratamento, já que grupos podem ser encontrados (por exemplo, Alcoólicos Anônimos), centros que trabalham com redução de danos, ou mesmo consultas com psicólogos.

Acontece que por vezes a família nem sabe identificar sintomas do vício, e faz isso ‘’tarde demais’’ quando o paciente de fato precisa estar fora do ambiente social para isso.

O paciente ainda tem muito receio de procurar ajuda, ainda mais dentro de uma clínica. Em nosso artigo de hoje você vai conferir melhor como funciona todo o tratamento.

Clínica de Recuperação em Jundiaí e Tratamento para dependentes químicos Jundiaí sp

Entenda mais sobre a clínica de recuperação em Jundiaí

Geralmente quando é o familiar que procura o tratamento para alcoólatras ou dependentes de outras drogas, é natural que ele tenha muitas dúvidas em relação a tudo isso, ele tem receio e não sabe bem o que seu parente com dependência química pode encontrar.

Uma coisa que sempre orientamos é que depois que escolher ou no momento que estiver pesquisando sobre as clínicas, a família converse com o dependente químico (ou ao menos tente conversar).

É muito importante e torna o tratamento mais fácil, quando a pessoa aceita ser internada. Quando isso não acontece, e ela representa um risco para si e para os outros, é necessário que a internação involuntária, nesse caso tudo deve ser muito pensado para fazer com segurança.

Existem algumas clínicas para dependentes químicos na cidade de Jundiaí e região, para escolher a mais adequada para o tratamento é ideal que a clínica tenha um equipe multiprofissional, pois o tratamento deve ser feito em todos os termos, desde mexendo com o lado espiritual, quanto mental e físico.

Equipe de tratamento da dependência química em Jundiaí

Essa equipe deve ser composta por:

  • Médico psiquiatra: O responsável pelo diagnóstico, e por toda a medicação do paciente. Além de dar todas as orientações necessárias e esclarecer dúvidas da família;
  • Psicólogo: Vai trabalhar com as questões comportamentais, e também com todo o emocional do paciente por estar vivendo esse momento, os sentimentos quanto a internação, etc! Também pode realizar os trabalhos em grupo, e acolher e auxiliar a família;
  • Técnicos e conselheiros em dependência química: Que vão olhar para o paciente como um todo, ajudando ele e sua família durante o tratamento;
  • Nutricionista: A alimentação é muito importante nesse processo, principalmente quando o paciente adquiriu alguma doença ou emagreceu demais pelo abuso das substâncias! O nutricionista vai fazer um cardápio personalizado para cada paciente;
  • Enfermeira padrão: Que vai cuidar de todos os técnicos de enfermagem, com a questão da desintoxicação do paciente, medicamentos, atividades, etc;
  • Técnico em enfermagem: Os responsáveis por coletar exames, dar medicamentos no horário correto, entre outras funções;
  • Educador físico: Já foi comprovado que as atividades podem trazer um grande benefício dentro de todo o processo de reabilitação do paciente;
  • Administração: A parte administrativa de uma clínica cuida de toda a burocracia de papéis, pagamentos, valores, entre outras coisas no aspecto burocrático, geralmente é a família que tem mais contato.

Essa equipe é a mínima, e a ideal! Podem ter mais profissionais que auxiliam no tratamento.

O tratamento passa pela fase de desintoxicação das drogas, onde o paciente passa pela abstinência e todos os seus sintomas. A parte de uma reabilitação individualizada, ou seja, com o preenchimento das atividades e terapias que podem ser mais úteis naquele caso.

Além da conscientização que é muito importante! O paciente precisa estar ‘’limpo’’ para entender o quanto aquele processo que ele está passando é essencial, e se ver como um dependente.

Como vimos a família participa de todo o processo! Isso facilita e ajuda muito todas estratégias de intervenção.

AUTOR

P.A.R.A

Pronto Atendimento à Recuperação da Adicção